Nós, porém, pregamos a Cristo crucificado (1 Coríntios 1:23)



   Me espanto hoje em dia com as coisas perversas e horríveis que as pessoas falam e pelas quais algumas estão até dispostas a morrer. Em contrapartida, nós que compartilhamos da mensagem de mudança de vida contida no evangelho, muitas vezes nos escondemos com vergonha ou nos intimidamos diante do que temos a dizer.
É hora de nos levantarmos e sermos percebidos também. Jesus disse: "Porque, se alguém se envergonhar de mim e das minhas palavras nesta geração adúltera e pecadora, o Filho do homem se envergonhará dele quando vier na glória de seu Pai com os santos anjos." (Marcos 8:38).

   No primeiro século, o pensamento de Jesus morrendo na cruz era escândalo para os judeus. Para os gregos, que se orgulhavam de suas realizações culturais e intelectuais, isso não fazia sentido.

   Mas o apóstolo Paulo disse: "Nós, porém, pregamos a Cristo crucificado, o qual, de fato, é escândalo para os judeus e loucura para os gentios, mas para os que foram chamados, tanto judeus como gregos, Cristo é o poder de Deus e a sabedoria de Deus." (1 Coríntios 1:23-24).

   Você tem vergonha da mensagem simples do evangelho?
Eu torço para que você não se envergonhe do evangelho de Cristo, porque a justiça de Deus se revela nele. (Romanos 1:16-17).

   Temos o nosso próprio senso de justiça e o nosso próprio senso do que é certo e errado. Mas a justiça de Deus é muito diferente da nossa. É só na cruz que as justas exigências da lei e de Deus são satisfeitas. É impossível cumpri-las sem a cruz.

   Por isso, é por meio do evangelho que a justiça de Deus é revelada.

Visto que, na sabedoria de Deus, o mundo não o conheceu por meio da sabedoria humana, agradou a Deus salvar aqueles que crêem por meio da loucura da pregação. (1 Coríntios 1:21)




   Deus pode ser conhecido - esta é a mensagem da igreja. Deus pode ser conhecido e dado a conhecer através da pregação. A pregação é a principal maneira de Deus para alcançar pessoas perdidas. Estamos anunciando um Deus conhecido para um mundo que não O conhece.

   Isso não quer dizer que não tenhamos dúvidas pessoais, que não tenhamos nossas próprias lutas internas.
Nosso trabalho é direcioná-los corretamente apontando para Cristo.

   Deus tem chamado a igreja para pregar aos perdidos. Jesus era um pregador da Palavra. Lemos em Mateus 4, que quando Ele começou Seu ministério, pregou: "O Reino de Deus está próximo. Arrependam-se e creiam nas boas novas!" (Marcos 1:15) Então, Ele enviou os seus discípulos a pregar também.

   No entanto, a tendência hoje é que os pregadores compartilhem suas dúvidas em vez de sua fé. Precisamos ensinar a Palavra, sem desculpas. Falando aos gregos, o apóstolo Paulo não se levantou e disse: "Bem, eu vejo que vocês adoraram a um deus desconhecido. Ei, eu também adoro a um Deus desconhecido. Estamos todos em um mesmo barco. Vamos discutir... Onde está o cafezinho?" Não. O que Paulo dizia era: "Ora, o que vocês adoram [o 'Deus Desconhecido'], apesar de não conhecerem, eu lhes anuncio." (Atos 17:23). Deus pode ser conhecido.

   Então, não me diga que Deus é um mistério, que Ele não pode ser conhecido e que na verdade é arrogante dizer o contrário. Deus pode ser conhecido, Deus deve ser conhecido e isso vai acontecer quando a Sua Palavra for proclamada com autoridade.

Pois a mensagem da cruz é loucura para os que estão perecendo, mas para nós, que estamos sendo salvos, é o poder de Deus.(1Coríntios 1:18)




Você tem vergonha do evangelho de Cristo? Eu amo estas palavras do apóstolo Paulo: "Não me envergonho do evangelho, porque é o poder de Deus para a salvação de todo aquele que crê..." (Romanos 1:16)

Há pessoas hoje que se dedicam às mais perversas causas, arriscando suas vidas por algo em que acreditam. Você está disposto a arriscar sua vida pelo evangelho? Você está mesmo disposto a arriscar "passar vergonha" pelo evangelho? O evangelho é o poder de Deus para a salvação. Há um poder simples e explosivo na mensagem do evangelho.

As pessoas me perguntam: "Greg, o que você vai pregar neste ano?" A mesma coisa que preguei no ano anterior. Vou pregar o evangelho. O texto e as ilustrações podem ser diferentes, mas será a mesma mensagem. Eu vou pregar o evangelho. O evangelho é o mesmo para todos, independente de sua idade ou do seu passado. Podemos relatar o evangelho às pessoas de diferentes modos, mas o básico, o essencial, nunca muda: Cristo morreu pelos nossos pecados.

Tire tempo para explicar o evangelho de forma adequada e com cuidado. Se isso desanimar alguém, então não há nada que possamos fazer por nós mesmos. Vamos tentar apresentar o evangelho da forma mais amorosa possível. Mas temos que ser honestos. Temos que ser claros. Devemos ser fiéis à mensagem e deixar Deus fazer a Sua vontade. E não devemos ter vergonha disso.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...