Porquê é muito importante preparar outros líderes ?

  Todo bom líder precisa também saber preparar outros bons líderes para dar continuidade em seu legado, e não há tarefa mais desafiadora para um líder, do que preparar outros líderes. Pegamos o caso de um pastor, já que sou pastor fico mais a vontade falando sobre pastor, ele precisa ter a preocupação de preparar obreiros para lhe auxiliar e quem sabe no futuro assumir sua posição, na igreja local ou enviado para outro local.
  Somente preparando outros líderes o pastor terá um ministério bem sucedido, sucesso sem sucessor é esperar um futuro em fracassos.Uma coisa que o pastor ou líder precisa entender, é que a instituição é maior que seu líder, seja uma igreja, seja uma empresa, seja uma organização, elas vem primeiro antes mesmo de seu líder. É a capacitação de outros líderes que vai garantir o futuro da organização e sucesso em seu ministério, no presente e também no futuro.








            O preparo de novos líderes tem vários fatores positivos 

  1. A perenidade: Quando um líder se preocupa em preparar outros líderes, ele está diretamente contribuindo para que seu ministério tenha um tempo de durabilidade muito longo e continue sempre em crescimento.
  2. A continuidade: Somente preparando outros líderes será possível dar continuidade no ministério e função. O líder não pode ser tão egoísta e pensar só no aqui e no agora, líder que não prepara outros nunca foi, e nunca será um grande líder.
  3. A estabilidade: Algumas pessoas costumam dizer: "Time em que está ganhando não se mexe", e isto é uma verdade, enquanto o líder cumprir bem seu papel, ele não tem do que temer e cumprir bem o seu papel também inclui preparar novos líderes.
  4. Comprometimento com indivíduos e comunidade de longa duração: Somente preparando outros líderes é que poderá dar continuidade na obra iniciada, jamais poderia se avançar na obra sem haja pessoas preparadas para continuar o projeto inicial, e ter a mesma qualidade. É lamentável vermos projetos começarem bem e acabar mal, por falta de alguém capacitado para continuar.
  5. Excesso de trabalho: Moisés com certeza foi um grande líder, mas por pouco ele não foi sucumbido ao fracasso. Ele estava julgando todo o povo e sem perceber ele estava carregando um fardo tão pesado que por pouco ele não conseguiria carregar, a solução foi aceitar o conselho de seu sogro e preparar outros líderes para te ajudar.

   Em contrapartida há também o fatores negativos, porém estes fatores negativos precisam serem  bem compreendidos e entendidos para mesmo sendo encarado a princípio como algo desnecessário e desvantajoso. É muito comum ao se fazer a troca de novo líder, ter também troca de visão, troca de objetivos, mas em alguns casos o novo líder prefere não arriscar e manter a cautela e firmar muito bem os pés no chão. Preferem manter o que já foi conquistado do que arriscar algo novo e acabar perdendo o que já se conquistou. Todavia um bom líder não pode ter medo de se arriscar, pois mesmo correndo alguns riscos, isso pode até dar uma guinada em seu ministério, e em seus projetos.
     Ao se escolher candidatos para novos líderes, é preciso ter critérios. Jesus é um grande exemplo de líder, mas até o Senhor Jesus foi muito criterioso na escolha de seus líderes, vejamos como foi:

E aconteceu que naqueles dias subiu ao monte a orar, e passou a noite em oração a Deus.
E, quando já era dia, chamou a si os seus discípulos, e escolheu doze deles, a quem também deu o nome de apóstolos:
Simão, ao qual também chamou Pedro, e André, seu irmão; Tiago e João; Filipe e Bartolomeu;
Mateus e Tomé; Tiago, filho de Alfeu, e Simão, chamado Zelote;
E Judas, irmão de Tiago, e Judas Iscariotes, que foi o traidor.
Lucas 6:12-16


   Toda escolha precisa ser debaixo de oração. Quando se fala em líder religioso é impossível fazer tal seleção se não for através da oração. A oração é o ponto de partida para a escolha de um futuro líder. Já a segunda coisa e também é essencial e indispensável é serem pessoas capazes e disposta a buscar as qualificações necessárias.