Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo.

   
É muito comum uma pessoa chegar a um ponto, em que tenha necessidade de liberar uma certa "ira", mas até que ponto uma pessoa pode se irar? Quando a palavra de Deus nos diz "irai-vos", será que ela esta nos dando permissão para vivermos irados? É preciso entender muito bem esta palavra, para que não acontece que venhamos tirá-la de seu contexto, e venhamos dar lugar a ira.
   Na hermenêutica nos ensina da seguinte forma: As Escrituras interpretam as Escrituras, ou seja, se quisermos entender algum versículo bíblico, conseguiremos este feito com as próprias Escrituras, isto mesmo é a própria Escritura que se interpreta automaticamente, portanto quando você estiver alguma dúvida sobre qualquer versículo contido nas Escrituras procure analisar versículos anteriores, e versículos seguintes e versículos semelhantes. É necessário analisar muito bem o texto bíblico, para desta forma chegar a uma conclusão lógica, e desta maneira é que conseguiremos o real sentido de tal versículo.
  Agora com base nestes pontos vamos tentar entender o que quer dizer:"Irai-vos". A primeira coisa que precisamos examinar é o que está registrado em Efésios 4.17 E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente. E neste versículo entendemos que precisamos ter uma mudança de atitudes, "não andeis mais", significa deixar de fazer o antes de nossa conversão a Cristo fazíamos de errado. Observem o que o versículo seguinte em Efésios 4. 18 diz: Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; "separados da vida de Deus". Precisamos analisar uma coisa quando vem sobre nós uma ira, esta ira, está nos aproximando ou nos separando nossa comunhão com Cristo? Ela está sendo benéfica ou maléfica?
   Jesus disse: Aprendei de mim, que sou humilde e manso. Já o apostolo Paulo diz em Efésios 4.20 Mas vós não aprendestes assim a Cristo. Se quisermos combater a ira que vem sobre nossa vida, somente com humildade e mansidão conseguiremos vencer tal ira. Se quisermos viver uma vida sem ira e contendas, precisaremos urgentemente aprender o que o Senhor Jesus nos ensina em cada dia, e em cada situação. Precisamos não somente ouvir os ensinamentos de Jesus, mas precisamos colocá-lo em prática.
   Efésios 4.22 diz: Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; " Despojeis do velho homem", a ira é coisa existente em nosso passado, é coisa existente no velho homem, na antiga criatura, hoje como filhos de Deus somos novas criaturas, e as coisas do passado precisam ficar para trás. Precisamos entender que uma vez que chegamos ao conhecimento da verdade, ela nos liberta. E uma vez que estamos livres não podemos mais dar ocasião a carne. Revistais do novo homem; é o conselho da palavra de Deus para sua vida. Efésios 4.24 E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.

   Mas como deveremos interpretar este versículo, "irai-vos"?A grande verdade é que todo homem e sem exceção, estão totalmente vulnerável e sentimos em algum momento o sentimento de ira.É uma realidade a qual não podemos fugir, porém há uma grande diferença entre a pessoa cheia do Espírito Santo para as outras pessoas, em relação  na forma em que reagimos a esta ira. Irar é normal e compreensivo, agora anormal e incompreensivo é alimentar a ira que está em nós. Não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não podemos alimentar a ira dentro de nós, não podemos dar o combustível para que a ira dentro de nós possa queimar e consequentemente arder, e não podemos permitir em hipótese alguma que nossa ira deixe de ser um sentimento e se transforme em pecado. Portanto meus amados irmãos "Ireis, mas não pequeis".