Ateísmo: quem são eles?

 

Desde tempos ancestrais, há pessoas que colocam em dúvida a existência de Deus, de qualquer ser sobre-humano. Embora a propaganda pós- iluminista e midiática insista em querer enganar as pessoas no sentido de que a razão e a fé são antagônicas, na verdade a fé e a razão ” constituem como que as duas asas, pelas quais espírito humano se eleva à contemplação da verdade” (São João Paulo II).

   Os brasileiros ateus, agnósticos e sem religião já somam quase 15 milhões, segundo dados do último recenseamento, elaborado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - números que já se equiparam ao de habitantes do Rio de Janeiro, terceiro estado mais populoso do país.

   Ateus podem ser bons ou maus, santos ou pervertidos, altruístas ou egoístas, individualistas ou coletivistas; podem ser democratas, socialistas, anarquistas ou monarquistas; podem ser filósofos, médicos, psicólogos, professores, eletricistas, lixeiros, escritores, comerciantes, alpinistas, atores ou qualquer outra coisa.

   Biógrafo de Wilberforce, John Stoughton, diz: "Ele acreditava em Jesus Cristo como a imagem do Deus invisível; ele acreditava que somos salvos pela graça; ele acreditava na justificação pela fé; ele acreditava na obra do Espírito Santo; ele acreditava no mundo por vir.

   Essa variedade também pode ser encontrada sob a denominação de posição cética padrão, pois reflete um dos axiomas mais fundamentais do pensamento cético, que é: não devemos aceitar uma proposição como verdadeira se não tivermos motivos para fazê-lo; ou, em sua versão lacônica: sem evidência, sem crença.

   Dessa maneira, ateu que tem fé na sua crença da não existência de Deus, e tem nisso uma plenitude de sentido para sua vida, tem um contato maior com numinoso do que um participante de uma instituição religiosa, que frequente a comunidade e realize os ritos apenas por conveniência social.

   Deus não pertence a nenhuma religião, eu não sou obrigado a ter uma religião para acreditar em Deus, esse sentimento e muito pessoal, e nem sempre as pessoas que participam de uma instituição religiosa tem sentimento de religiosidade, muitas vezes estão lá pelos mais variados interesses. Ser cristão e ser religioso são duas coisas totalmente diferentes, por isso volto a repetir Deus não pertence a uma religião. 

   Atualmente, com os chamados ateus militantes”, vemos, de um lado, uns que negam expressamente a existência de um ser que transcenda absolutamente a ordem empírica; de outro, vemos alguns que de modo não menos apaixonado afirmam que, se porventura Deus existe, não se é possível falar nada sobre ele. A verdade é que jamais podemos conhecer a Deus em sua plenitude, o homem não tem está capacidade de suportar a glória de Deus. Moisés viu a glória de Deus, porém não pode ver em sua plenitude, mas o pouco que Moisés viu da glória de Deus, foi mais do que suficiente para seu rosto resplandecer de tal forma que os hebreus não conseguiam olhar em sua face, foi necessário Moisés colocar um véu para que o povo conseguisse pelo menos olhar em sua face.

   É interessante tanto mostrar aos ateus e afins que existem respostas aos seus questionamentos sobre a fé cristã que não são incompatíveis com a ciência, assim como mostrar a cristãos despreparados que seus possíveis questionamentos sobre a ciência não precisam entrar em conflito com a sua fé. Além disso, alguns dos recursos e das fontes que a associação menciona no site me eram desconhecidos, e tive um grande aproveitamento ao entrar em contato com esses materiais.
   
   Diante dos acontecimentos os católicos e protestantes, percebem que cristianismo nesse final de milênio já não se defronta tanto com ateísmo como seu maior desafio, mas com essa religiosidade vaga, inquieta, pagã, fora das grandes instituições religiosas.

   Embora os ateus afirmam que não tem uma crença ou uma religião, eles tem uma crença da não existência de Deus, por é que os ateus são por muitos considerados como uma religião. A diversas formas de ateísmo e vamos falar um pouco de outras formas de ateísmo. Acessem com frequência nosso blog e confiram outras postagem falando sobre este e outros assuntos. Gostou deste artigo deixe seu comentário.