Deus Existe? Existem Evidências Da Existência De Deus?

 

Acreditamos na existência de Deus, por vários motivos:
a)É deus que leva os homens a reconhecer alguns atributos filosóficos da imagem de Deus (bondade, inteligência etc.), entre os quais sua própria existência, mas não indicam nada sobre Quem seja ser pessoal para qual se dirige ato de fé;
b) Através da fé, cremos em Deus: a fé é a resposta livre do homem a Deus que Se revela, não uma dedução filosófica necessária;
c) O próprio Deus é causa da fé: Ele é quem Se revela gratuitamente e move com sua graça coração do homem para que dê sua adesão a Ele;

   Acreditamos em Deus, Porque, em primeiro lugar, até mesmo princípio que já tomei como regra, que todas as coisas que nós concebemos clara e distintamente são verdadeiras, é certo apenas porque Deus é ou existe, e porque Ele é um Ser Perfeito, e porque tudo que possuímos é derivado dEle, donde resulta nossas ideias ou noções, que, na medida da sua clareza e distinção são reais, e procedem de Deus, deve, nessa medida, ser verdadeiro Mas se não soubéssemos que tudo que possuímos de real e verdadeiro procede de um ser perfeito e infinito.

   E toda a força do argumento de que aqui me servi para demonstrar a existência de Deus consiste em que reconheço que seria impossível que minha natureza fosse tal como é, isto é, que eu tivesse em mim a ideia de um Deus, se Deus não existisse de fato; esse mesmo Deus do qual existe uma ideia em mim, ou seja, que possui todas essas altas perfeições de que nosso espírito pode imaginar, sem, contudo, compreendê-las a todas, que não é sujeito à necessidade alguma e que nada possui de todas as coisas que indicam alguma imperfeição.

   Suponhamos ainda que a criança, confiando na experiência e no saber de seus educadores, persuadida do caráter sagrado de que eles — padres ou pastores — estão revestidos, possuindo luzes especiais e graças particulares; convencido de que, pela sua santidade, estão mais próximos de Deus e, portanto, melhores iniciados que elas nas verdades reveladas; suponhamos que esta criança tem a curiosidade de perguntar aos seus mestres por que e para que Deus a criou e a pôs no mundo, e eu afirmo que os mestres são incapazes de contestar a essa simples interrogação com uma resposta plausível, sensata.

   Mesmo que não houvesse prova nenhuma da existência de Deus, para mim  apenas a fé seria suficiente para crer em Deus, e fé não se explica, ela não usa a razão, não há condição para tal, para dizer a verdade do que acredito, porque sempre que eu estiver nos momentos de aperto, minha mente vai querer acreditar que há alguém olhando por mim e que por isso, que eu tentar vai dar certo e isso vai até me motivar a sair da situação ruim, para mim acreditar em Deus funciona porque tenho plena convicção de sua existência, embora meus olhos jamais contemplou seu rosto, eu consigo sentir sua presença constantemente, e por diversas vezes tenho falado com Deus, e Deus por sua vez tem me respondido, e tem me dado grandes livramentos.

  Creio que a questão religiosa(fiquemos aqui somente como exemplo do cristianismo que segundo os argumentos acima parece ser mais conhecido,para podermos seguir uma linha de raciocínio),as mensagens contidas no pentateuco(5 primeiros livros da bíblia que influenciaram as trez maiores religiões monoteístas não são mensagens contraditórias referente à argumentação sobre a existência ou não de Deus.Há uma lógica repleta de premissas e máximas que enriqueceram e ainda enriquecem a cultura e a sociedade humana que em boa parte se não fosse controlada por uma religião cairia(por incrível que pareça,é possível) num nível mais animalesco que atual onde canibalismo seria fichinha.dessa forma ,a religião é necessária.Deus existe?Claro!

  Aprova da existência de Deus está no fato de que quando você crê nele as coisas acontecem. Primeiro a paz invade seu ser Você começa a sentir prazer em falar com Deus , você se sente feliz quando devolve dízimo ,feliz ao ajoelhar para orar; Você pede coisas a Deus e Ele te responde segundo a Sua vontade. Quando você chora pra Deus você se sente consolado, e, quando você se afasta de Deus você se sente incomodado. Famílias são restauradas. Vidas são transformadas. Tudo isso quando você decide crer em Deus, Pois é preciso que você se aproxime de Deus e que creia que Ele existe e que é galardoador dos que buscam diz a sua palavra.


   Ora, que um ateu possa conhecer claramente que os três ângulos de um triângulo são iguais a dois retos, não nego, mas sustento apenas que não conhece isso por uma ciência verdadeira e certa, porque todo conhecimento que se poder tornar duvidoso não deve ser denominado ciência, e uma vez que se supõe tratar-se de um ateu, não pode ele ter certeza de não ser enganado nas coisas que lhe parecem muito evidentes, como já foi mostrado mais acima; e, embora essa dúvida talvez não lhe ocorra ao pensamento, pode no entanto ocorrer-lhe, se a examinar, ou se lhe for proposta por outrem; e nunca estará fora do perigo de concebê-la, caso não reconheça primeiramente um Deus.

  Nós vemos a ordem maravilhosa no sistema planetário, onde se encontram não os resultados desconectados e chocantes de azar”, sob qual teria pelo menos ” mil chances contra a conveniência e segurança para uma em seu favor,” mas sim nós encontramos sistema como ele existe - livre de todas esses perigos e inconveniências,” com todos os planetas se deslocando em órbitas que garantem a segurança perfeita para todos e as maiores vantagens para cada um.” Isto tem sido provocada pela forma mais uniforme e matematicamente exato ajuste de número, peso e medida em todas as partes, apresentando a evidência mais convincente de que todo é trabalho de uma Mente Onipotente e Compreensiva”.A grandeza  do sistema planetário é uma prova de que não há uma possibilidade do mundo existir sem que aja a existência de um Deus.

   As religiões da terra que manifestam a busca sincera de Deus e respeitam a dignidade transcendente do homem devem ser respeitadas: a Igreja Católica considera que nelas está presente uma faísca, quase uma participação da Verdade divina . Ao se aproximar das diversas religiões da terra, a razão humana sugere um oportuno discernimento: reconhecer a presença de superstição e de ignorância, de formas de irracionalidade, de práticas que não estão de acordo com a dignidade e a liberdade da pessoa humana.


   Número de ateus verdadeiramente especulativos foram muito poucos, se algum; alguns têm afirmado corajosamente sua descrença de Deus, mas é uma questão de saber se os seus corações e bocas concordaram, pelo menos eles não foram capazes de manter sua incredulidade longa sem algumas dúvidas e medos”. Aqueles que justamente julgam sempre concordam que há um sentimento indelével da divindade gravado sobre as mentes dos homens.” Não há nenhuma explicação racional dessa lei da natureza”, exceto na hipótese de que Deus existe.

   Contra argumento ontológico, Tomás utiliza duas objeções: a primeira é a que nem todos possuem a mesma noção de Deus”  que argumento defende deste modo: ens quo maius cogitari nequit” 3 Nem todos possuem a mesma concepção de Deus que Anselmo, pois antes houve quem pensasse de outro modo - os panteístas, os estoicos; e se possuíssem a mesma noção de Deus esta não seria critério de existência real de Deus, mas apenas uma demonstração de que ser do qual não se pode pensar nada maior deve existir.


   No meio científico é notório que através do método científico nota-se a impossibilidade de provar a existência de Deus(s), mesmo tendo-se a possibilidade de sua existência diante de tais circunstâncias é improvável que homem conheça sobre algo a respeito diante da impossibilidade de conhecimento sobre Deus(s), então com enfase na logica racional seria obviamente plausível ausentar com todas as chances de certeza a impossibilidade da existência de deus(s), diante da impossibilidade de conhecimento a respeito da existência do(s) mesmo(s), tampouco deve-se então evidenciar a existência de Deus(ses) diante da ausência de evidência(s) pois esta é uma premissa inválida a rigores do método científico, então seria inválido nitidamente uma teoria que ao menos possibilita-se a existência de Deus(ses), logo pode-se concluir que é improvável que Deus não exista.

  (Gl 1:8 Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.). (Ap 22:18-19 Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro; E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro).

   Porém, há um Deus que subsiste a todas as guerras e discussões. Não julgueis, no entanto, que, por causa disto, ficamos na mesma situação que antes. Esse conhecimento pelos efeitos não exaure que é Deus, mas é suficiente para se chegar a concebê-lo como causa de toda e qualquer realidade. Entretanto, estou certíssimo de que ser que entende possui também a existência e a vida e por isso não hesita em dizer: ser que possui essas três realidades é melhor que aquele que não possui, senão uma ou duas delas” (Santo Agostinho).

   A verdade é que só uma forma de conhecermos a Deus, é através de sua própria revelação, a medida que Deus se revela para o homem dá desta forma a oportunidade de conhecê-lo. Outra forma de conhecermos a Deus é através da fé, e está fé não é cega, mas baseadas em provas. Deus prova sua existência através das Escrituras, através da natureza. Apesar que Deus não precisa provar sua existência, crendo ou não crendo ele existe por si só.