Deus?



   Artigos que falam sobre religião são sempre polêmicos. Religião, derivado de re-ligo, (da língua grega que significa ligar), tem que ter um verdadeiro Deus a quem ela possa se ligar ou então não tem valor. Ao nascer, toda pessoa tem um cartucho implantado no seu sistema nervoso central, que atua como um receptáculo de sua consciência. A Segunda idéia da razão é a do "mundo", entendido não só como conjunto de fenômenos regulados por leis, mas como totalidade ontológica vista em suas causas numênicas ultimas, ou seja, como um "todo metafísico". Um dos ingredientes fundamentais nesta jornada é entender que a Bíblia é a Palavra de Deus e a Sua revelação de Si mesmo, de Suas promessas e de Sua vontade.

   Uma das doutrinas que a bíblia nos ensina é a doutrina da trindade que nos ensina a divindade do pai do filho e do espírito santo os quais são três pessoas mais que há um único Deus e não podemos negar a personalidade das três pessoas porque negar essa doutrina é anticristão. Neste caso, podemos dizer que Deus é separado dos homens em sua natureza e caráter: Deus é um espírito perfeitíssimo e eterno, homem é um espírito com imperfeições; Deus é Divino, homem é humano, falível; Deus é moralmente perfeito, homem é moralmente pecaminoso. Como a língua hebraica não tem vogais (elas são escritas apenas em textos bíblicos, não em jornais ou livros, e são sinais parecidos com nossos acentos, colocados embaixo, em cima e ao lado das letras), qualquer tentativa de pronunciar Nome de Deus é apenas uma suposição.


   Isso significa que não se atribui valores ou características a Deus, e Suas características não dependem do ponto de vista de cada um (i.e. não são relativos). Eloim” era Deus como Criador de todas as coisas, enquanto que Jeová” era mesmo Deus em relação de aliança com aqueles que por Ele haviam sido criados. Hoje, quantos cristãos, estão dentro das igrejas, mas ainda não aceitaram Senhor Jesus como seu único salvador de suas vidas, vivendo sem garantia. É conhecimento do universo natural em que nós vivemos. Contudo, isso não se perpetuará, mas todo esforço dessa operação do erro está desmascarado pela Bíblia e sangue derramado das testemunhas de Jesus será cobrado em breve quando tudo quanto é contrário à Palavra de Deus receberá dEle sua recompensa.

   Nos nomes dados por Deus, temos a missão, caráter da escolha do Senhor ali revelado. Meditar também abrange refletir sobre a Palavra e caminhos de Deus, e aplicá-los a cada aspecto de nossa vida (Sl.1:2; 63:6;77:12). problema do mal é uma das questões mais interessantes e importantes de que os filósofos se ocupam na filosofia da religião, havendo, actualmente, duas posições que procuram oferecer uma resposta séria para este problema: 1) os teístas, que procuram afirmar que a existência de Deus é compatível com problema do mal, e 2) os ateístas, que procuram negar a existência de Deus, ou, pelo menos, a concepção de Deus como ser perfeitamente bom e justo, em consequência do problema do mal.

   A Igreja é convicta - e penso que com toda razão - de que homem, precisamente por ter sido criado por Deus e para Deus, traz no seu íntimo chamado irrefreável a conhecer e amar seu Criador. Em outras palavras, limpar passado de idolatria das suas vidas, mesmo porque Abraão nasceu numa terra idólatra, Ur dos Caldeus, mudou-se para outra terra idólatra, Harã e, portanto, até mesmo os patriarcas usaram nomes idólatras por causa de sua convivência com diversos povos em Ur, Harã, Canaã e Egito (Abraão e Isaque moraram no Egito por um tempo). Pelo termo atributos de Deus, significamos aquelas qualidades e características da natureza divina que são essenciais a Deus como Ser Supremo.

   Se afastarmos a compreensão dos Evangelhos desse modo existencial de vida, eles jamais propiciarão evento que culmina na apropriação dessa experiência à existência do homem como um todo. Este livro é uma tentativa de trazer de volta povo de Deus para aquela apreciação da gloriosa pessoa de Deus que levou renomado Spurgeon a dizer: "A ciência mais elevada, ou a inquirição mais sublime, ou a sabedoria mais importante que possa ser contemplada pelo verdadeiro cristão é nome, a natureza, a pessoa, a obra e a existência do grande Deus a quem chamamos Pai". Caso necessitasse ou pudesse vir ainda a conhecer algo, não seria Deus, pois estaria limitado em seu conhecimento, e não se poderia dizer dEle que é onisciente.


   Nisto se manifesta amor de Deus para conosco: que Deus enviou seu Filho unigênito ao mundo, para que por ele vivamos. Significado em português: Eterno Deus. Todavia, perceber tal realidade salvífica requeria senso de fé, disposição para crer, abertura e acolhimento do dom salvífico. 14; onde está prenunciado nascimento de um menino, do ventre duma virgem, cujo nome chamar-se-ia Emanuel (Deus conosco) e viria predestinado a governar os israelitas. "Concluir por ordem meus pensamentos, começando pelos objetos mais simples e mais fáceis de conhecer para, aos poucos, ascender, como que por meio de degraus, aos mais complexos". Esvaziando-se dos pecados, imediatamente cristão deve ser cheio de santidade de Deus, e essa plenitude de pureza deve ser estado permanente de cada um que segue a Jesus Cristo.

  Pastor da Igreja do Evangelho Quadrangular, na cidade de Itajubá, no sul de Minas, casado, pai de dois filhos. Mas crer significa dar um sim que compromete ser humano em sua totalidade na real obediência a Deus, um abandonar-se livremente nas mãos da Providencia, abrindo coração e a mente vivendo na acolhida da Revelação. Homem só desenvolve uma verdadeira relação consigo mesmo quando elimina Deus de sua vida, pois passa a ter uma relação directa com mundo, e não efectivamente com algo de Transcendente. Ente humano enquanto corpo-si-mesmo que será conformista é aquele que foge dos riscos da responsabilidade pessoal para escolher determinado código de conduta que lhe prescreva, quase ritualmente, os gestos que deve fazer, os pensamentos que deve ter, as atitudes que deve assumir”