Regina Coeli: Na festa de Pentecostes

   

Mais cedo do que o Regina Coeli:
   Queridos irmãos e irmãs, boa manhã!
   A festa de Pentecostes de hoje em dia traz à conclusão a época da Páscoa, baseada na morte e ressurreição de Jesus. Esta solenidade nos faz lembrar e reviver a efusão do Espírito Santo sobre os Apóstolos e os outros discípulos, reunidos em oração com a Virgem Maria no Cenáculo Cf. Atos 2: 1-11. Nesse dia, a santidade cristã começou, porque o Espírito Santo é o suprimento da santidade, o que não é privilégio de poucos, seja qual for a vocação de todos.
   Por meio do Batismo, basicamente, somos todos conhecidos por escolher parte da própria existência divina de Cristo e, com a afirmação, desenvolver-se em Suas testemunhas no mundo. “O Espírito Santo derrama a santidade em todos os lugares nos sagrados indivíduos de Deus” Exortação Apostólica Gaudete et Exsultate, 6. “Deus quer santificar e manter os homens, não mais pessoalmente e sem qualquer vínculo entre eles, por mais que Ele queira constituí-los um americano que o reconhece de acordo com a certeza e o serve em santidade ”Carta dogmática Lumen Gentium, 9.
   Em todos os profetas históricos, o Senhor já havia apresentado aos americanos Seu plano. Ezequiel: “Eu poderei colocar meu espírito dentro de você e fazer com que você ande em meus estatutos e tenha o cuidado de dar uma olhada nas minhas ordenanças. Vocês serão meus americanos e eu posso ser o seu Deus ”36: 27-28. O profeta Joel: “derramarei o meu espírito sobre toda a carne; as vossas criancinhas profetizarão. Mesmo sobre os servos e servas nestes dias, eu derramarei meu espírito. Todos os que invocam o nome do Senhor serão libertos ”3: 1-2.5. E todas essas profecias se cumprem em Jesus Cristo: “Mediador e garante da efusão eterna do Espírito”. Missal Romano, Prefácio após a Ascensão. E hoje é a festa da efusão do Espírito.
   Em vista de que naquele dia de Pentecostes, e até o fim dos tempos, esta santidade, cuja plenitude é Cristo, é dada a todas as pessoas que se iniciam na ação do Espírito Santo e se esforçam para ser dóceis a Ele. É o Espírito que nos faz viajar com alegria total. Ao chegar a nós, o Espírito Santo supera a aridez, abre os corações à esperança, estimula e promove a maturidade interior no relacionamento com Deus e com o próximo. É o que São Paulo nos diz: “O fruto do Espírito é amor, alegria, paz, persistência, bondade, bondade, fidelidade, mansidão, autogestão” Gálatas 5:22. O Espírito faz tudo isso em nós. Portanto, hoje em dia, nos divertimos com essa riqueza que o pai nos oferece.
   Permita-nos pedir à Virgem Maria que realize também para a Igreja nestes dias um renovado Pentecostes, uma juventude renovada, que nos oferece o prazer de viver e testemunhar o Evangelho e “infundir em nós uma severa vontade de ser santos para melhor glória de Deus ”Gaudete et Exsultate, 177.
Texto original: Italiano Tradução de ZENIT's por Virginia M. Forrester
Livraria Editora Vaticano

Depois do Regina Coeli:
    Queridos irmãos e irmãs
   O Pentecostes nos leva ao coração das coronárias de Jerusalém. no dia anterior a esta noite eu estava espiritualmente unido à Vigília de Oração pela Paz, que tomava parte naquela cidade, sagrada para judeus, cristãos e muçulmanos. E hoje em dia nós procedemos a invocar o Espírito Santo para despertar a necessidade e os gestos de debate e reconciliação na Terra Santa e no interior do Oriente Médio.
   Eu estou olhando para dedicar uma lembrança específica ao <nosso> gostei da Venezuela. Eu oro para que o Espírito Santo dê a todos os americanos venezuelanos - todos, governantes e indivíduos - a sabedoria para localizar a direção da paz e espírito de equipe. Também rezo pelos detidos que morreram ontem.
   O evento de Pentecostes marca o fundamento da missão universal da Igreja. Portanto, postada hoje em dia foi a Mensagem para o iminente Dia Mundial das Missões. e que também não esqueço que, acompanhados no dia anterior, se tornaram os cento e setenta e cinco anos da entrega da Obra Missionária das crianças, que testemunha as crianças como protagonistas da missão, com a oração e com pequenos gestos diários de amor e serviço. Agradeço e encorajo todas as crianças que participam na divulgação do Evangelho neste planeta. obrigado!
   A minha cordialidade é para vós, peregrinos da Itália e de países distintos, em particular, os estudantes da faculdade Irabia-Izaga de Pamplona, ​​o grupo da faculdade Saint Thomas de Lisboa e a confiança de Neuss, na Alemanha.
   Saúdo a Schola Cantorum de Vallo della Lucania, a confiança de Agnone e povo de San Valentino em Abruzzo Citeriore, os filhos de confirmação de San Cataldo, a cooperativa amável Giovani Amici de Terrassa Padovana e o Instituto Escolar Catarina de Santa Rosa de Roma, que celebra seus cento e cinquenta anos.
   E desejo a todos vocês um alegre domingo. E por favor, não se esqueça de desejar para mim. Tenha um bom almoço e adeus!
Texto original: Italiano Tradução de ZENIT's por Virginia M. Forrester
Livraria Editora Vaticano