Irmãos, pensem no que vocês eram quando foram chamados. Poucos eram sábios segundo os padrões humanos; poucos eram poderosos; poucos eram de nobre nascimento. Mas Deus escolheu as coisas loucas do mundo para envergonhar os sábios, e escolheu as coisas fracas do mundo para envergonhar as fortes.(1 Coríntios 1:26-27)


   Eu li outro dia que um carro, modelo Aston Martin 1964, havia sido vendido por 4,6 milhões de dólares. Por que tanto? Este Aston Martin tinha sido dirigido pelo personagem James Bond nos filmes Goldfinger e Thunderball. O carro tem algumas características muito legais: armas que saem através das lanternas traseiras, uma placa que gira e, o melhor de tudo, um assento de passageiro capaz de ejetar o seu ocupante. O engraçado no entanto, é que nenhuma destas características realmente funciona. Mas este é um carro dos filmes de 007 e especificamente, foi conduzido por Sean Connery como James Bond. Embora seja um carro bacana, o valor não está propriamente no carro. O valor está em quem dirigiu o carro. 

   Como fiéis, o valor dentro de nós é Deus, que habita em nós. Somos lembrados em 2 Coríntios 4:7: "Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós."

   Quando olhamos para os discípulos de Jesus, para aqueles homens que Deus usou, somos lembrados de que eles eram próximos. Eram carne e sangue. Considere as suas origens: eram estranhos à instituição religiosa da época. Eles representavam todo o espectro político. Pelo menos quatro deles eram pescadores. Um tinha sido um zelote, alguém que foi dedicado à derrubada violenta do governo romano. Outro era um ex-cobrador de impostos, alguém que estava trabalhando com o governo romano. Em circunstâncias normais, um coletor de impostos e um zelote estariam se estrangulando. Mas em vez disso, eles foram chamados para estar na mesma equipe, amar uns aos outros, e mudar o mundo. 

   Os discípulos eram pessoas comuns que Deus usou. E suas falhas e fraquezas, bem como seus triunfos e vitórias, são fielmente registrados nas Escrituras para que possamos aprender com eles.