A natureza humana de Jesus


A humanidade de Jesus é descrita por diversas passagens bíblica. Jesus sendo Deus, também exerceu sua natureza humana. É claro que, Ele precisou se esvaziar de sua glória, e submeter-se à condição humana, para só depois exercer seu ministério terreno. 


Como qualquer outro humano, Jesus passou por diversos estágios de desenvolvimento de vida. Ele se desenvolveu naturalmente, seja em seu físico, quanto a suas faculdades mentais. 


Sua  infância e sua adolescência


Os evangelhos relata o nascimento de Jesus, e fala também de sua adolescência. Jesus nasceu de uma virgem, cumprindo assim a profecia do nascimento do Messias, e gerado pelo poder do Espírito santo. Depois de 8 dias de nascimento foi apresentado no templo.


Ele ia crescendo e se fortalecendo no espírito, e em sabedoria e a graça de Deus estava sobre ele. O menino cumpria a lei e os costumes judaico, e foi exatamente em um dia de festa das páscoa em que seus pais, o perderam. Quando o acharam, Ele estava no meio dos doutores, ensinando-os com toda autoridade. Era ele da idade de 12 anos, porém todos ficavam admirados por sua inteligência e respostas.


Não temos muitas informações de sua infância e adolescência, mas todos acreditamos que sua infância e adolescência, foi comum, idêntica a qualquer outra criança ou adolescente. Acreditamos que Jesus, não realizou nenhum milagre ou cura, sendo que o primeiro milagre foi transformar água em vinho. Mesmo assim este milagre, o próprio Jesus, declara ter realizado fora do tempo. Feito para atender o pedido de sua mãe.


Características essenciais da natureza humana 


Sua humanidade, conforme registrada nas Escrituras, é algo que não se pode ter dúvidas. Ao nascer Cristo estava sujeito às alterações e limitações humanas. 


Nasceu de uma mulher

Jesus crescia em sabedoria, em estatura e no favor de Deus e das pessoas. Lucas 2:52


Possuía um corpo físico

Ela derramou este perfume em mim a fim de preparar meu corpo para o sepultamento. Mateus 26:12


Possuía espírito humano

Então Jesus clamou em alta voz: “Pai, em tuas mãos entrego meu espírito!”. E, com essas palavras, deu o último suspiro. Lucas 23:46


Possuía alma racional

“Minha alma está profundamente triste, a ponto de morrer”, disse ele. “Fiquem aqui e vigiem comigo.” Mateus 26:38


Tinha emoções

Quando Jesus viu Maria chorar, e o povo também, sentiu profunda indignação e grande angústia. João 11:33


Jesus Chorou

Jesus chorou. João 11:35


Tinha fome

Depois de passar quarenta dias e quarenta noites sem comer, teve fome. 

Mateus 4:2


Tinha sede

Pouco depois, uma mulher samaritana veio tirar água, e Jesus lhe disse: “Por favor, dê-me um pouco de água para beber”.


João 4:7


Tinha sono

De repente, veio sobre o mar uma tempestade violenta, com ondas que cobriam o barco. Jesus, no entanto, dormia.


Mateus 8:24


Tinha cansaço

O poço de Jacó ficava ali, e Jesus, cansado da longa caminhada, sentou-se junto ao poço, por volta do meio-dia.


João 4:6


Tinha tristeza

Foi desprezado e rejeitado, homem de dores, que conhece o sofrimento mais profundo. Demos as costas para ele e desviamos o olhar; ele foi desprezado, e não nos importamos.

Apesar disso, foram as nossas enfermidades que ele tomou sobre si, e foram as nossas doenças que pesaram sobre ele. Pensamos que seu sofrimento era castigo de Deus, castigo por sua culpa.


Isaías 53:3,4


O Senhor Jesus ao assumir a forma humana, mostrou que estava disposto a renunciar aos seus direitos para obedecer a Deus. Portanto como homem, venceu todas as adversidades deste mundo, provando para nós, que um homem consegue viver uma vida de santidade e cumprir os propósitos de Deus.


Postar um comentário

0 Comentários