Uma igreja para um povo feliz...

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

O aconselhamento pastoral e a psicologia


Já faz muitos anos que um pastor ou até mesmo um padre, costuma realizar com seus membros o aconselhamento pastoral. Vivemos em um século que constantemente precisamos de aconselhamentos, porém precisamos entender que que aconselhar não é tomar a decisão para a pessoa, mas é dar a direção que uma pessoa deverá tomar.


O que é aconselhamento pastoral?


Quando estamos falando de aconselhamento não estamos falando de um ato isolado de aconselhar individualmente de uma pessoa, mas estamos nos referindo de um processo, que ocupa tempo, gasta energia e que precisamos nos preparar para realizá-lo. Tem também o tempo de acompanhamento de uma pessoa.


Desde a antiguidade o sacerdote vem exercendo a função de conselheiro. Na ausência de um rei, na ausência de um juíz, era o sacerdote que estava na responsabilidade de aconselhar em alguns casos até julgar o povo.


O que dava suporte para o sacerdote julgar, era a própria lei levítica em caso de pessoas leprosas, era o sacerdote que examinava para ver se tinha algum tipo de ferida em sua pele, para fazer a constatação se a pessoa era leprosa ou não. Caso ele já foi leproso e suspeitava-se que ele já tinha sarado, o ex-leproso ia até a presença do sacerdote e era examinado para saber se realmente estava curado. Caso fosse constatado que não havia nenhum indício da lepra, ele poderia voltar a conviver com a sociedade.


Há algum  tempo atrás que os padres exerciam esta função de aconselhar. Era muito comum as pessoas fazerem algum tipo de negócio, e quando havia um impasse no acordo, era costume chamar o padre para dar um conselho e fazer um julgamento.


Esta tradição deu sequência no ministério de um pastor. É muito comum até os dias de hoje, o pastor ser procurado para dar conselhos práticos. Seja ele espiritual, sentimental, financeiro, e de carreira profissional, e muitas outras coisas. 


O pastor precisa ser um bom conselheiro


A onda mais recente que estamos vivendo, é a pessoa ser coaching  espiritual. Coaching é uma espécie de mentoria dada para ajudar as pessoas acharem o seu caminho e a superar certos obstáculos, e assim conseguir se realizar. Principalmente em suas metas de vida.Muitas pessoas desejam que o pastor seja este coaching espiritual.


 O pastor precisa sim ser um bom conselheiro, e precisa ter uma resposta de sabedoria para cada ocasião em que for exigida uma resposta, mas não podemos nos esquecer que esta não é a função principal de um pastor. Ela é apenas  mais um das extensas virtudes que um pastor precisa ter. 



A psicologia como ferramenta pastoral


Outra coisa que precisamos entender é que o pastor não é um profissional na área da saúde mental, salvo se ele se formou nesta área, porém não são todos os pastores que tem especialização profissional nesta área. 


Para muitos o pastor é tido como psicólogo do povo.

Há muitos casos que é recomendado a procura de um profissional. A psicologia tem sim um papel muito importante e o cristão não deve negligenciar estes profissionais, pelo fato de ser cristão. Há casos que um cristão precisa superar traumas e neuroses. Uma neurose é simplesmente um conflito não resolvido.  Por isso é recomendado a procura de um psicólogo. Não há pecado algum, muito menos falta de fé, em procurar um profissional. 


Há pessoas que sofrem por depressão clínica que é um desequilíbrio hormonal, nestes casos a pessoa não está endemoninhada, ela pode estar sofrendo de alguma pressão. O pastor precisa ter discernimento para saber a forma correta de agir, se for um caso espiritual, aí sim é área do pastor e ele deve tratar o caso, porém se for um caso médico, o pastor deve aconselhar a pessoa procurar o profissional da medicina.


Qual é a utilidade do pastor na questão de aconselhar?


“O pastor é uma pessoa que ajuda o membro, até que ele tenha um encontro mais próximo e íntimo com Deus.  Ele é um sacramento da graça de Deus, para levar as pessoas a conhecerem melhor o Pai, o Filho e o Espírito Santo.


O pastor em vez de ser formado em economia, psicologia, medicina, ou coaching, o pastor precisa ser acima de tudo, um conhecedor profundo da palavra de Deus. Isto é fundamental, caso contrário o pastor não conseguirá tirar de letra, as demais situações adversas que ele com certeza vai enfrentar. Acredite eu não estou exagerando, o pastor precisa manejar bem a palavra de Deus.


Todo pastor precisa ter um regime, uma disciplina, um plano de leitura bíblica diária. Não simplesmente preparar um estudo para pregar, mas precisa reservar um período diário para ler e meditar nas Escrituras, e também regime diário de oração. Para exercer o ministério pastoral é o mínimo que você precisa fazer. 


O pastor precisa ser o homem com conhecimento da palavra e precisa manter o seu devocional diário,independente das circunstâncias. Bato novamente na tecla, o pastor precisa conhecer a bíblia, ele tem que falar da bíblia, ele tem que pensar a bíblia, a bíblia precisa estar inserida em seu dna. O pastor precisa ler a  bíblia incansavelmente, dia após dia. Pode até ter um livro em especial para poder se aprofundar, mas de maneira alguma pode deixar de meditar em todo o contexto bíblico, é preciso ter um conhecimento geral da bíblia.


Não se deve ler a bíblia simplesmente para ensiná-la, mas para sermos pessoas pautadas, nossa mente, nossas reações e o nosso coração precisam ser sempre norteados pelas Escrituras Sagrada. Quando for necessário aconselhar alguém, você deverá aconselhar com as palavras de Deus e em nome de Jesus. 


É necessário que haja uma submissão pela palavra de Deus. É necessário conhecer as Escrituras como a palma de sua mão. Você precisa falar da bíblia sem a necessidade de citar capítulos e versículos, ela precisa sair de seus lábios de modo natural, assim quando você for aconselhar alguém, sairá os melhores conselhos que uma pessoa poderá transmitir para a outra,pois serão conselhos com base na palavra de Deus. Isto será o diferencial do pastor em comparação aos profissionais da medicina. 

Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Definition List

Unordered List

Support