Valiosa dica de uma perfeita interpretação bíblica


Você já encontrou dificuldade na interpretação de algum texto bíblico? Você leu e não compreendeu este texto da bíblia? É sobre este tema que nós estaremos abordando neste estudo.


Quero lhe fornecer uma valiosa dica, neste processo de interpretação textual. No entanto antes mesmo de apresentar esta dica, é importante destacar o porquê é indispensável  colocar em prática algumas regras de interpretação e porquê é importante aplicar numa leitura de um texto, as regras, princípios de interpretação textual.


Primeiro porque todo aquele que aplica essas regras, o estudante terá uma compreensão correta do texto. Uma vez que o estudante das Escrituras consegue interpretar o texto da forma correta, ele também vai aplicar em sua vida. E aí você sabe que todo conhecimento bíblico, ele deve ser aplicado na vida do leitor.


 Os princípios que estão contidos na bíblia, devem fazer parte do nosso cotidiano. Por isso é muito importante, pois desta maneira vou aplicar em minha vida corretamente e com toda convicção, o estudante estará ensinando acertadamente. 


Então perceba que, existe três pontos importantes, que revela porquê que nós devamos estar atentos feitio de esclarecer o texto bíblico. E se eu explico errado, a minha compreensão será errada, eu estarei aplicando de formato errado na minha vida, e isso vai causar em minha espiritualidade, alguns reflexos negativos, e com isso vai refletir nos ouvintes esta negatividade. Portanto aí está a importância da interpretação correta das Escrituras Sagrada.


O texto, o autor e o leitor


A primeira dica, está relacionada nos elementos que compõe uma interpretação. E quais são estes elementos? Estes elementos são: o texto, o autor e o leitor. 


Toda compreensão envolve estes três elementos. Eu tenho o texto, eu tenho o autor desta obra, e o legente deste texto. Dentro da função de cada um destes elementos, deve-se haver um respeito, naquilo que cada um exerce, neste processo de análise textual. 



O que é um texto? Qual é a definição do texto? 



O texto nós podemos afirma que é o conjunto de palavras e frases, encadeadas que permite a interpretação  e a compreensão de uma mensagem. Portanto o texto já possui um significado, porém quem colocou este conceito no texto foi o autor. 





Quem é o autor?


O texto por si só já tem um significado, ele tem uma mensagem, e quem foi que colocou esta mensagem no texto? Foi o autor. No entanto no momento que o escritor está registrando o texto, o objetivo dele é transmitir uma ideia, é transmitir uma mensagem, por meio deste conjunto de palavras. 


Qual é a função do leitor?


A função do leitor, é, de interpretar a ideia, o significado do texto que já foi posto pelo autor. Portanto nós entendemos que a função do leitor, não é colocar, a significação do texto porque este significado já existe, já foi construído pelo autor.


Sabe qual é um dos maiores erros que um leitor comete na interpretação de uma passagem bíblica? É de não respeitar a ideia, de que o texto já possui um significado. E aí muitos querem por um significado em um texto, não respeitando, o tempo do autor, o momento do autor. Porque todo autor de um texto bíblico, aí são cerca de 42 escritores que escreveram a canon bíblico durante séculos, cada um viveu em sua época, cada um tem uma história de sua época, e eles escreveram influenciados pela cultura de sua época. Se eu na função de leitor, não respeitar estes critérios do autor, e o tempo de cada autor, provavelmente eu estarei cometendo um enorme erro de interpretação.


A Principal ideia é: Não é trazer um pensamento do autor para o meu tempo, como se o cronista estivesse dentro do período em que eu vivo e fosse o meu contemporâneo. Na realidade o leitor, ele precisa se auto esvaziado, ele tem que ser neutro, ele necessita se  desencher deste mar de experiência, de suas ideias pré concebidas, ele precisa fazer uma viagem lá no tempo do autor, para poder entender o porquê que ele escreveu tal passagem.


Se não houver esta neutralidade, os seus pensamentos podem influenciar na compreensão do texto. Desta forma o que pode acontecer? Muitos dos leitores vão dizer, aquilo que o texto não diz. Contudo eles vão dizer o que a bíblia não diz e neste caso, vai ocorrer um erro de interpretação, causando um prejuízo espiritual enorme, tanto pessoal, quanto institucional. 


Desafio de interpretação 


Abismo hermenêutico

Um dos desafios de interpretação é aquilo que denominamos de abismo hermenêutico. O que seria este abismo hermenêutico? São algumas situações que distanciam o autor, do leitor e do texto. Para chegar a interpretação correta deste texto, o leitor tem que transpor este abismo. O primeiro deste abismo; é conhecido como abismo do tempo, ou abismo cronológico. 


Devido a gigantesca lacuna temporal, existe um abismo que separa o autor e seus textos, do leitor. Isso torna-se bastante complicado, porque nós não vivemos no tempo destes autores, não somos contemporâneos,  e isso querendo ou não, é um grande desafio no processo da interpretação bíblica. 


Pense comigo, interpretar um escrito quando você é contemporâneo do autor, faz com que você compreenda melhor o que ele está escrevendo, porque este literato é uma pessoa do seu próprio tempo, mas quando o literato viveu tempos diferentes daquele que o leitor vive, há um distanciamento cronológico, e isso se torna uma grande dificuldade. Por exemplo, há textos bíblicos que foram escritos mais de 4.000 anos atrás. No entanto há um distanciamento cronológico, entre o autor, o texto e o leitor. 




  Abismo geográfico


Existe as terras santas e bíblicas, pois toda a revelação bíblica. ela ocorreu na grande maioria em determinado espaço geográfico. E esse espaço geográfico com o tempo, ele vai passando por transformações e mudanças. 


Todo espaço geográfico passa por mudanças, mesmo que hoje, eu vá até essas regiões onde esses eventos bíblicos ocorreram, há muitas partes desta geografia bíblicas que na atualidade já passaram por mudanças geográficas. Por isso é importante que todo leitor da bíblia, tenha em mãos materiais extrabíblicos e neste caso, precisará de materiais que possa ajudar o leitor a transpor, esse abismo geográfico.


Abismo histórico e cultural


Todo escritor da bíblia, dos textos sagrado, ele escreve a partir da cultura em que ele vive. E ele vai usar a influência desta cultura durante a sua escrita. Todavia, se eu como leitor não conhecer a cultura dos povos da bíblia,  ou do povo da bíblia, automaticamente terei dificuldade de deduzir alguns textos.


Para que eu consiga suplantar este abismo, é necessário que eu tenha algum material que me auxilie no que tange a questão cultural e histórico, tanto do Antigo Testamento, quanto do Novo Testamento, os costumes, as tradições, do povo judeu, do grego, do romano, dentre os outros povos. Fazendo isso, ao ler o texto teremos uma clareza maior de sua interpretação.


Abismo linguístico


Os textos originais no Antigo Testamento a bíblia foi escrita em hebraico, já o Novo Testamento em grego e algumas porções em aramaico. Muitos leitores não conseguem ter contato com esta escrita original. Pelo menos por dois fatores. Pelo fato de não ter esses materiais em mãos e por não dominar as línguas originais da bíblia.


O que nós temos hoje são apenas a cópia, da cópia do original, portanto para eu dominar, mesmo que eu não tenha domínio do hebraico, do grego e do aramaico, eu vou precisar ler a bíblia em diversas traduções, porque cada tradução vai ter um diferencial no momento da escrita; e uma vai elucidar a outra, isso irá contribuir para que eu tenha o melhor entendimento.  Portanto fica aí essa valiosa dica. 


Postar um comentário

0 Comentários