Uma igreja para um povo feliz...

quarta-feira, 1 de julho de 2020

O poderio da mensagem da cruz


A mensagem da cruz tem um poder transformador na vida do ouvinte. Este poder que ela possui não depende do orador e nas eloquências de suas palavras. É Por este motivo que o  evangelho vem crescendo a cada dia mais, porque a pregação do evangelho não depende exclusivamente de habilidades humanas, mas do poder de Deus, que transforma,  cura, liberta e salva o pecador.


É O Espírito Santo que usa o orador como um instrumento para transmitir a sua mensagem e é o mesmo Espírito Santo que convence o homem da necessidade do perdão de Deus e o conduz para a salvação de sua alma.


A mensagem da cruz


Muitos em nossos dias, vem se esforçando para demonstrar toda a habilidade e técnicas para pregar o evangelho. Isso é uma coisa boa, quando alguém se preocupa em estudar a palavra, para trazer a melhor compreensão possível aos ouvintes, porém o que nós precisamos entender é que além de nos preparar intelectualmente precisamos acima de tudo ter a unção do Espírito Santo para pregar a mensagem da cruz.


O apóstolo Paulo era um homem eloquente em palavras, e muito apto para transmitir uma palavra intelectual e filosófica, porém ao pregar as boas novas ele preferiu se utilizar de uma mensagem simples e objetiva, sem muitos rodeios e sem muito enfeite, mas se utilizou da unção do Espírito Santo.


A mensagem principal do apóstolo foi exatamente a morte expiatória de Cristo na cruz do calvário. Por sinal esta deve ser a principal mensagem de todo pregador da palavra de Deus. O preletor pode abordar diversos temas, mas jamais deve abandonar a mensagem da salvação e do sacrifício de Jesus Cristo.


Tema da Mensagem


Como já mencionamos e mais uma vez iremos enfatizar, o tema principal é a crucificação de Cristo. Desde os tempos da lei, era de costume segundo a lei, oferecer um animal em troca de um pecado cometido, porém estes sacrifícios de animais não eram perfeitos, pois toda a vez que o homem pecava se oferecia um animal para pagar pelo seu pecado, porém o sacrifício de Cristo é perfeito, não  tendo a necessidade de repetições.


Por isso que o apóstolo Paulo enfatiza com muita frequência esta mensagem em suas pregações como sendo a mensagem que conduz a humanidade a salvação de sua alma.


Fundamentos da Pregação


A mensagem precisa cumprir com sua missão e para que isso aconteça ela precisa ser simples. É exatamente o que o apóstolo Paulo estava enfatizando, a simplicidade da mensagem. Por isso que concluímos que o sucesso obtido pela transmissão da palavra de Deus, vem pela simplicidade da forma que ela foi exposta aos seus ouvintes.


Hoje há muitas pessoas que se converteram ao cristianismo e a base para o crescimento do cristianismo, sempre foi a simplicidade. No princípio da igreja denominada pentecostal, não se via muitos doutores pregando a mensagem, eram pessoas simples, pregando uma mensagem simples, para um público simples e isso fazia com que o público se identificasse com a mensagem e assim ocorria o crescimento.


Além da simplicidade da palavra, a dependência do Espírito Santo era outro fator em que se fundamentava a pregação do apóstolo.  Era o Espírito Santo que conduzia o povo ao temor, por esta razão o mensageiro temia pregar uma mensagem puramente humana, satisfazendo os seus próprios caprichos, porém os mensageiros buscavam com veemência a direção de Deus para proclamar suas mensagens e faziam isso com todo temor.


Intervenção do Espírito


A mensagem puramente humana pode até convencer o homem por algum tempo, porém é a mensagem inspirada pelo Espírito Santo de Deus que tem poder para converter o homem. A habilidade de persuadir o homem tem sua importância no sentido de atrair o homem natural, mas só unção do Espírito é que vai convencê-lo da importância do sacrifício de Cristo na cruz.


É muito importante o mensageiro buscar o conhecimento para pregar com autoridade a mensagem do evangelho, porém o mensageiro não se deve prender apenas em suas técnicas de pregação e persuasão em suas mensagens. É necessário a intervenção do Espírito Santo em suas mensagens, pois a mensagem é espiritual portanto o melhor meio de compreender a mensagem é através da intervenção espiritual concedida por Deus através de seu espírito.


Propósito 


A verdadeira sabedoria


Paulo não estava desprezando a dedicação dos estudos e ensinos seculares, até porque ele era uma pessoa estudiosa e muito bem ensinada, porém o propósito era apresentar aos coríntios e também para os demais cristãos, qual era a verdadeira sabedoria.


Nós também não queremos através deste estudo dizer que a busca pelo conhecimento e sabedoria humana devem ser rejeitados, mas o que estamos querendo ensinar é que precisa ter um equilíbrio entre o conhecimento humano e a graça de Deus. 


A sabedoria humana


O propósito em que o apóstolo sempre batia na tecla em dar mais atenção para a sabedoria de Deus, do que a sabedoria humana, era o fato de a sabedoria humana procura mais exaltar o homem do que a Deus e Paulo queria que os cristãos fugisse desta estatísticas


Geralmente a sabedoria humana anda pelo caminho pelo qual o homem receba méritos na salvação de uma pessoa. E se por acaso ele não pode receber todo o mérito, pelo menos ele quer receber parte do mérito da salvação, porém no plano de Deus o homem não encontra espaço para receber mérito algum.


Isso ocorre porque tudo provém de Deus. Não é pela vontade humana que o homem é salvo, mas pela vontade de Deus. Deus escolhe, Deus chama, Deus atrai, é Deus que capacita o homem a crer no evangelho, ou seja, tudo procede de Deus. É uma iniciativa de Deus e não do homem.


Por Este motivo e outros motivos o apóstolo diz que se alguém deseja gloriar, deve se gloriar obrigatoriamente em Deus e não deve se apoiar em sua própria sabedoria. O que acontece não é que Deus nos dotou de sabedoria, a verdade é que Cristo é a sabedoria e uma vez que estamos em Cristo Jesus, esta sabedoria passa operar através de nós tanto no querer, quanto o efetuar de nossas ações.


Ignorância dos sábios


Por mais sábia que uma pessoa julga ser, isso não é o suficiente para compreender os propósitos de Deus. Um dia Jesus perguntou a Nicodemos: “ Tu és mestre em Israel e não compreende isto. O que é nascido da carne é carne e o que é nascido do espírito é espírito, necessário vos é nascer de novo.”


Uma pessoa consegue ser conhecedora da Bíblia através de suas habilidades intelectuais, mas somente através do Espírito Santo é que esta pessoa vai de fato compreender suas mensagens, por se tratar de mensagens espirituais, que só pode ser compreendidas por pessoas espirituais, pois o natural não consegue explicar o sobrenatural.


As autoridades judaicas e romanas eram consideradas como profundo conhecimento dos ensinos do Antigo Testamento, porém eles não eram ignorantes para compreender o seu conteúdo espiritual.


Mensagem espiritual


A mensagem é revelada


O entendimento da mensagem só adquirido através do seu autor. A maneira que nós utilizamos para entender uma mensagem é procurar saber o que o autor da mensagem quer revelar através dela. Este mesmo método é utilizado para entendermos a mensagem do evangelho. Somente o Espírito Santo autor da mensagem evangelística pode nos revelar a intenção principal de suas mensagens.


Pelo fato de muitos não procurar uma revelação do Espírito Santo, mas ao invés disso, eles procuram fazer a sua própria interpretação que vem causando muitos erros doutrinários e até mesmo algumas heresias no meio cristão.


O Espírito que ensina    


Há algumas religiões e ideologias que afirmam que o Espírito Santo é apenas uma força ou uma energia. No estudo: Como Deus pode ser três pessoas, porém um só Deus? você vai entender com mais detalhes que o Espírito Santo é uma pessoa.


Além de ser uma pessoa, ele também é o nosso ensinador e tem como propósito ensinar a igreja a missão da igreja através das mensagens bíblicas, fazendo com que nós venhamos a conhecer suas estruturas espirituais contidas em suas mensagens e passagens nelas descritas.


Sem o seu auxílio o homem jamais vai compreender o verdadeiro propósito divino em suas variadas circunstâncias. Por esta razão é que muitas pessoas ainda não consegue entender o teor das mensagens bíblicas, alguns até não reconhecem como a palavra de Deus, mas quando esta pessoa ter uma experiência espiritual com Deus e o Espírito Santo fazer morada, esta pessoa passará a enxergar mais nitidamente sua mensagem espiritual e seus olhos espirituais que outrora estavam fechados, vão se abrir desta maneira vai pode enxergar o que antes não podiam.



O homem não entende


Podemos considerar que homem natural, são aqueles que não tiveram um encontro com o Espírito Santo e não reconheceram o sacrifício de Jesus, como uma obra redentora para a salvação. Por esta razão ainda não foram capazes de desenvolver a sua fé, por isso tudo o que eles acreditam são coisas meramente naturais, fruto de uma fé natural e humana. Já o homem espiritual sua fé consegue enxergar as coisas sobrenaturais de Deus.


Muita das vezes este homem natural por não conseguir compreender as coisas do espírito, as consideram como loucura. Isso é feito como um mecanismo de defesa, uma vez que não conseguem ter o conhecimento pleno apenas os declara como loucura. 


É bem verdade que o sobrenatural não há uma explicação lógica para submeter, mas não tem como negar que coisas sobrenaturais existem, pois estas coisas acontecem bem diante de nossos olhos, porém somente os olhos espirituais tem esta capacidade de enxergar, pois somente são discernidas espiritualmente.


Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Definition List

Unordered List

Support