Uma igreja para um povo feliz...

quarta-feira, 12 de agosto de 2020

Como celebrar uma cerimônia de casamentos?

Sem dúvidas esta é a celebração que todo pastor tem o maior prazer de celebrar, porém de todos os cultos que um pastor celebra este é um dos mais importantes. Isso porque todos estão ansiosos aguardando o grande momento,  que a noiva entra na igreja para então começar a cerimônia de casamento. Se por um lado todos almeja a chegada da noiva, por um outro ponto de vista podemos afirmar que não há uma celebração de casamento sem a presença de ministro (pastor ou

padre) ou até mesmo um mestre de cerimônia.


Neste momento em que o ministro ( pastor ) caso não tenha tanta experiência para celebração de casamento, ele pode até ficar preocupado, pois todos sabemos que este momento é uma data que vai ficar marcante nas lembranças de todos e fazer uma bela celebração é indispensável para todo ministro (pastor) que se preze. Mesmo os pastores mais experiente sabe da importância de fazer uma bela e inesquecível cerimônia.


Caso você como ministro (pastor) ou mestre de cerimônia ainda não passou por essa experiência não se desespere, pois você tem a oportunidade de se preparar. Mesmo sendo este artigo apenas um estudo básico sobre o tema, no entanto neste artigo você terá todas as informações necessárias para fazer bonito neste cerimonial de casamento.


Casamento como uma instituição divina e civil


Quem instituiu o casamento foi Deus. Lá no Jardim do Éden foi celebrado o primeiro casamento de toda a história da humanidade, o casamento de Adão e Eva. Sendo este casamento o tema preferido dos pastores ao celebrar um casamento.


Que o casamento é ato religioso não podemos negar, porém o casamento também é um ato civil, sendo assim ele está sujeito a regulamentos jurídicos. É muito importante que o pastor ou o ministério,  esteja familiarizado com as leis do estado e da nação. É muito importante que o pastor oriente os noivos a marcarem a data de casamento primeiro no civil, para só depois efetuar a data no religioso. A data do civil, pode até mesmo ser no mesmo dia do religioso, por sinal a maioria dos noivos optam por isso. Porém não há  mal nenhum casar primeiro no civil ( pelo menos  uma semana antes) e depois casar no religioso. Neste caso aconselhamos deixar a lua de mel para depois do religioso,  contudo se não for possível resistir, é melhor marcar a data do civil e religioso para o mesmo dia, pois melhor é casar logo, do que abrasar.


Antes de fazer a cerimônia de casamento no religioso, seja na igreja ou em outro lugar escolhidos pelos noivos, é fundamental certificar que tudo está em dia no civil. Isto é muito fácil de verificar apresentando a certidão de casamento para o secretário. Lembrando que no religioso é indispensável conter as informações do civil, na ata de casamento religioso.


A igreja é o único lugar para realizar o casamento religioso?

Geralmente as celebrações de casamento são efetuadas mesmo na igreja, na minha opinião é lugar mais apropriado, porém a igreja não é o único lugar que pode ser celebrado o casamento religioso. Há diversos lugares tais como:

  • Em casa

  • Em salão de festas

  • Em chácaras


Há muitos outros lugares, porém estes são os mais comuns. Agora se os noivos consentiram em dar prioridade para igreja, será melhor. A responsabilidade de escolher o lugar, assim como as despesas com os ornamentos do local são dos noivos. No entanto seja na igreja ou em outro lugar, as regras para realizar o casamento são as mesmas independente do lugar. Se você está membrado em uma denominação, você deve seguir as normas dela, independente do local.


Tão importante como definir o local da cerimônia, é também definir o local, dia e horário, para ser realizado alguns ensaios, para que as chances de fazer bonito sejam ainda maiores, afinal tudo precisa estar impecável e em total sintonia. todos os participantes os noivos, os pais dos noivos, os noivinhos, as testemunhas, as floristas, a (o) porta aliança, até mesmo o pastor e sua digníssima esposa precisam estar todos alinhados, seja na entrada ou saída da cerimônia nupcial.


Celebrar o casamento passo a passo

Para que tudo ocorra muito bem, a cerimônia precisa seguir corretamente a liturgia do culto, por isso vamos conhecer como deve ser a liturgia.


Passo 1: O prelúdio.


Passo 2: Entrada do Noivo. O noivo entra com sua mãe ou com outra pessoa simbolizando a figura da mãe.


Passo 3: Entrada do padrinhos ( testemunhas).


Passo 4: Entrada dos noivinhos ( pajem e daminha de honra ).


Passo 5: Entrada das floristas. Elas espalham flores somente na entrada da noiva e nos lugares em que supostamente a noiva irá passar.


Passo 6: Entrada da Noiva. A noiva entra com o pai ou com outra pessoa simbolizando a figura do pai. observação: Ela entra ao fundo da marcha nupcial.


Passo 7: Oração. Após estas entradas e com a igreja ainda de pé, o pastor fará uma oração para dar início a celebração.


Passo 8: Leitura da bíblia. Observação com todos ainda de pé.


Passo 9: Mensagem. Após a leitura o pastor ordena para que todos os presentes se assente, o ideal é que os noivos permanecem de pé. A mensagem não pode ser longa, toda instrução deve ser dada em um curso para casais, pois não pode ser um evento cansativo e sim memorativo. 


Passo 10: Declaração dos noivos. 


Passo 11: Troca de alianças.


Passo 12: Oração por imposição de mãos, sobre os noivos. 


Passo 13: Leitura da Ata de casamento pelo secretário.


Passo 14: Cumprimento do pastor e dos padrinhos 


Passo 15: A bênção apostólica.




Celebrar o casamento modo prático



Agora que conhecemos o passo a passo da liturgia do casamento, precisamos saber o que dizer em cada passo. Vamos sugerir as palavras de cada passo da liturgia. Lembrando que cada ministro tem sua particularidade na ministração de cada culto, porém não foge do que iremos sugerir. Confira:


Até o passo 6 não há necessidade do celebrante em falar, porém a partir do passo 7, o celebrante inicia com uma oração. Esta oração é de agradecimento por finalmente ter chegado este dia tão especial. Nesta oração Pede a direção e a presença do Pai, Filho e Espírito Santo.


No passo 8 faz a leitura bíblica.Vou te dar algumas sugestões: Coríntios 13:4-8; Cântico de Salomão 8:6-7; Rute 1.16-18;Eclesiastes 4:9-12;  Colossenses 3:12-14; Gênesis 2:18( o meu texto preferido); Filipenses 2:2; Mateus 19:6; I Pedro 4:8; Salmos 136:1; I Coríntios 13:13; dentre muitos outros.


No passo 9, minha sugestão é que se faça uma ministração com base na leitura oficial feita anteriormente. Como já antecipei a mensagem precisa ser breve.


No passo 10 o pastor faz aquela tão esperada pergunta, primeiro para o noivo: (Nome do noivo)você promete diante de Deus e diante de todas estas testemunhas, amar, honrar e respeitar a ( Nome da Noiva), na alegria ou na tristeza, na saúde ou na doença, na riqueza ou na pobreza, em todos os dias da tua vida?  A declaração que se espera do noivo é sim. As mesmas perguntas se faz para a noiva, e mais uma vez o que todos esperam é que a declaração da noiva seja sim. 


No passo 11, onde será feita a troca de alianças, o pastor pede para que os noivos se virem, um de frente para o outro, caso a aliança ainda não tenha sido consagrada pode ser feita a consagração na hora,  se por acaso o noivo não estiver com as alianças no bolso, pode ser feita a entrada das alianças neste momento.


Preparando-se para repassar a aliança nas mãos do noivo, o celebrante ( pastor ) dirá:


Visto que agora, já feita a confissão de ambos como símbolo desta união, entrego estas alianças primeiro em mãos do noivo, sendo que esta aliança será símbolo do amor, respeito e honra que você terá por sua esposa por todos os dias de sua vida.


O ministro esperará que o noivo coloque a aliança no anular esquerdo da noiva, e em seguida dirá:


Agora entrego estas alianças nas mãos da noiva, sendo que esta aliança será símbolo do amor, respeito e honra que você terá por seu esposo por todos os dias de sua vida.


Após os dois já terem colocados as alianças, o ministro dirá:


" Eu como ministro do Senhor, na presença de Deus e de todas estas testemunhas, vos declaro marido e mulher, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.


Dito isto o ministro segue para o passo 12 fazendo a oração por imposição de mãos sobre os noivos, depois segue o passo 13,14,15.


É muito importante que a cerimônia seja breve, desde a entrada da noiva até a oração final, a estimativa é de 45 minutos.


Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Definition List

Unordered List

Support