Como celebrar uma apresentação de criança?


Parece ser uma tarefa muito fácil: celebrar uma apresentação de crianças. Na verdade,  é sim uma tarefa muito fácil, mas para quem está preparado para realizar tal celebração. Ser um pastor às vezes nos exige realizar muitas tarefas difíceis e espinhosas, porém há casos que estas tarefas são prazerosa; apresentar crianças é uma dessas tarefas que nos traz muito prazer, pois neste caso estamos lidando com família que estão vivenciando uma nova experiência de vida com a chegada do seu novo filho ou filha, e isto traz felicidades não somente para família, mas também toda a congregação ficam muitos felizes com a chegada do novo membro, em muitas congregações os primeiros dias ou semanas deste novo membro é acompanhado com muitos mimos, afinal quem não ama segurar em seus braços uma criança recém nascida.


Em muitas igrejas, até mesmo em algumas igrejas que se denominam de evangélicas, tem por costume batizar crianças, em algumas igrejas eles batizam até mesmo recém nascidos, não vamos entrar em detalhes deste assunto neste artigo talvez falaremos em artigos futuros, porém a igreja a qual eu sirvo ao Senhor como pastor, pela graça e misericórdia de Deus, não tem por costume batizar crianças. O que nós temos por costume é apresentar crianças, e nós temos como base bíblica para sustentar tal prática o livro de Lucas 2:22


E, cumprindo-se os dias da purificação dela, segundo a lei de Moisés, o levaram a Jerusalém, para o apresentarem ao Senhor


Desta forma invés de batizar crianças, nós adotamos a prática de apresentar a criança perante a igreja, assim como o Senhor Jesus foi apresentado quando ainda era recém nascido. 


Jesus e ministério infantil

No ministério de Jesus sempre houve espaço para o ministério infantil. Em alguns sermões o Senhor Jesus utilizou-se de alguns exemplos envolvendo crianças, com o propósito de pregar o evangelho do Reino dos Céus. Em muitas oportunidades, Jesus enfatizava a importância do ministério infantil e os motivaram para que as pessoas aprendesse com as crianças a forma de adorarem ao Senhor.


Vamos conferir pelo menos duas destas passagens bíblica:


Marcos 10:13-16:
E traziam-lhe meninos para que lhes tocasse, mas os discípulos repreendiam aos que lhos traziam. Jesus, porém, vendo isto, indignou-se, e disse-lhes: Deixai vir os meninos a mim, e não os impeçais; porque dos tais é o reino de Deus. Em verdade vos digo que qualquer que não receber o reino de Deus como menino, de maneira nenhuma entrará nele. E, tomando-os nos seus braços, e impondo-lhes as mãos, os abençoou.  


 Mateus 18:2-6: 
E Jesus, chamando um menino, o pôs no meio deles, E disse: Em verdade vos digo que, se não vos converterdes e não vos fizerdes como meninos, de modo algum entrareis no reino dos céus. Portanto, aquele que se tornar humilde como este menino, esse é o maior no reino dos céus. E qualquer que receber em meu nome um menino, tal como este, a mim me recebe. Mas, qualquer que escandalizar um destes pequeninos, que crêem em mim, melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma mó de azenha, e se submergisse na profundeza do mar. 



O ministério infantil no Antigo Testamento

O ministério infantil já era praticado desde o Antigo Testamento. Todo ancião tinha uma imensa preocupação em contar a história do povo de Israel, como Deus sempre os livravam com mão forte e poderosa, dos milagres e as maravilhas realizados por Deus, e muitas outras coisas.


Deuteronômio 6:4-9 

Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.

Amarás, pois, o Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todas as tuas forças.

E estas palavras, que hoje te ordeno, estarão no teu coração;

E as ensinarás a teus filhos e delas falarás assentado em tua casa, e andando pelo caminho, e deitando-te e levantando-te.

Também as atarás por sinal na tua mão, e te serão por frontais entre os teus olhos.

E as escreverás nos umbrais de tua casa, e nas tuas portas.




Este mandamento de ensinar e instruir as crianças foi outorgado pelo Senhor. Sempre em momentos oportuno os pais ensinavam a palavra de Deus para suas crianças, e mesmo quando as crianças chegava em sua fase adulta elas guardavam o mandamentos aprendidos em sua infância.



Provérbios 22:6 

Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele.


Modo de Celebração

Sem mais delongas vamos apresentar de melhor maneira possível de realizar uma apresentação de crianças passo a passo.


1 - O celebrante ( pastor ) dirigindo-se a igreja dirá mais ou menos assim :

“A paz do Senhor! Meus irmãos, amigos e ouvintes da palavra de Deus, estamos reunidos aqui nesta celebração muito especial, para nos fazer lembrar que família foi constituída por Deus desde o começo de toda humanidade. Assim como a palavra de Deus nos ensinam que: Os filhos são herança do Senhor e partido desta dentre outras afirmações bíblicas, entendemos que os pais têm perante Deus e perante a sociedade, a responsabilidade de velar pelos seus filhos e como parte disto é responsabilidade dos pais ensinar a criança os caminhos do Senhor.No entanto como pais , nós nos comprometemos, enquanto isso nos for possível, instruir os nossos filhos o caminho do Senhor. “


Concluindo estas palavras, o celebrante (pastor) se direcionam aos pais da criança e diz:


“Os pais desta criança reconhecem sua responsabilidade de educar, ensinar e exortar esta criança no temor e obediência a palavra de Deus?”


2 - Agora o celebrante ( pastor ) pega a criança dos braços dos pais , toma em seus braços e erguendo aos céus dirá:


“ ( Nome da criança por completo ), eu como ministro de Deus, te apresento ao Deus Pai, ao Filho e ao Espírito Santo. Que o Senhor o(a) fortaleça e te conceda saúde e sabedoria todos os dias de tua vida.


3 - Após esta dedicação, o celebrante (pastor) pede para que a igreja se coloque de pé, é feita uma oração.

Esta oração é uma oração pessoal de cada celebrante (pastor) deve ser feita na direção do Espírito Santo, nela se apresenta os pais da criança, a própria criança, e pede proteção e as bênçãos de Deus. Deve ser uma oração rápida para não cansar os presentes.


4 - Após a oração a igreja louva um corinho. Nesta ocasião o secretário aproveita para ler a ata de apresentação e entrega de certificado de apresentação. 

Este é um momento memorável, para a o celebrante (pastor), para a igreja e principalmente para os pais, por isso reserve tempo para que os pais consiga tirar algumas fotos. Lembrando que esta cerimônia é uma celebração muito rápida e não deve durar mais que quinze minutos. Seguindo a risca esta programação o tempo será mais que suficiente.

Postar um comentário

0 Comentários