Uma igreja para um povo feliz...

sexta-feira, 21 de agosto de 2020

Deus, autor do chamado ministerial


Deus chama o pecador para o arrependimento, porém chama o já arrependido para ser tornar um ministro do seu evangelho. O Senhor Jesus em um dos seus ensinamentos nos relatou dá necessidades de orar em favor de levantar novos obreiros. Hoje, em nossa atualidade temos ainda mais a necessidade de procurar bons obreiros para se dedicar na seara do Senhor. 

Não sei se você já exerce uma função ministerial, ou se almeja este chamado ministerial. Caso você já exerça esta função, faça com amor e dedicação, pois quem te chamou foi Deus; não foi o homem; não foi o ministério; foi Deus.

 

CHAMADO UNIVERSAL 

 

Todos os cristãos foram chamados para evangelizar. A grande comissão de Jesus foi para todos os que confessam como Senhor e Salvador e esta chamada, denominamos como chamada universal.

 

Dentro desta chamada universal, entendemos que está incluindo nos seguintes quesitos:

  • Chamados para salvação de sua própria alma.

  • Chamados para a libertação do pecado

  • Chamados para ser um filho de Deus

  • Chamados para ter comunhão entre os irmãos em Cristo

  • Chamados para evangelizar os perdidos

  • Chamados para renunciar a sua própria vontade, e realizar a vontade de Deus

  • Chamados pelo Senhor para ser um instrumento em suas mãos

 

CHAMADO MINISTERIAL



O chamado ministerial é para pessoas específicas, para realizar obras específicas. diferente do chamado universal, onde todos  os cristãos são chamados para realizar a obra de Deus de maneira universal.

 

Uma pessoa chamada por Deus, reconhece o valor deste chamado, quando ele se dedica a realizar a obra proposta por Deus, e procura aperfeiçoar este chamado, seja através de cursos ou seminários.Algumas pessoas se acham incapazes de realizar o obra de Deus, alguns até chegam a afirmar que o Senhor não chamou os capacitados, porém capacita os seus escolhidos. Eu já não tenho este tipo de pensamento; a minha tese é: Deus chama pessoas com potencial, porém em alguns casos são inexperientes e o Deus lhe concede experiência. Eu não acredito que o Senhor vai confiar a sua obra para pessoas quem não tem a capacidade de realizar. Eu entendo que se você foi chamado por Deus, isso ocorreu porque você tem a capacidade de realizar tal obra.  

Temos muitos casos em que a pessoa se achava incapaz de realizar as obras de Deus, porém eles eram totalmente capacitados, só não tinha experiência. É o caso de Moisés, de Jeremias. Temos também o caso de pessoas que sabiam que era capaz de realizar a obra de Deus, o que eles precisam é ter a chamada de Deus para realizar a obra de Deus. Isaías disse ao Senhor: “Eis me aqui Senhor, envia-me a mim. 

 

 

AS TRÊS FASES DE UMA CHAMADA MINISTERIAL

No exercício ministerial há pelo menos três fases indispensável para quem deseja ser bem sucedido em sua realização. Vejamos:

A Chamada


 Em Mateus 4.18-19, Jesus chama seus discípulos para realizar sua chamada. Esta é a primeira fase que todos devem observar, pois nenhuma pessoa não consegue ter sucesso na obra de Deus, caso não seja esta pessoa ser chamada por Deus para realizar sua obra. 

Isso ocorre pois é o Senhor quem vai dar a direção correta para seguir, e quando uma pessoa não foi chamada por Deus, ela não recebe de Deus e faz tudo segundo a sua própria vontade, e isto é um grande erro e um grande perigo.

A qualificação

 Em Lucas 24.49, Jesus disse aos seus discípulos:“Ficai na cidade, até que do alto sejais revestidos de poder”. É o Espírito Santo quem qualifica o homem para realizar o chamado Deus, porém é o obreiro que precisa buscar o revestimento do Espírito Santo e também sua preparação acadêmica para realizar com êxito a obra do mestre.

Jesus sempre se preocupou em ensinar os seus discípulos, tanto em ensinos teóricos, quanto a ensinos na prática e sempre enfatizou a importância de se prepararem espiritualmente para realizar sua obra.

 

O envio

 

Só depois do chamado e da qualificação dos seus discípulos que o mestre os enviou para realizar o chamado. Na palavra de Deus, está escrito que aquele que deseja o episcopado excelente obra deseja. Todavia antes de uma pessoa sair pelo mundo afora,  para pôr em prática o seu chamado ministerial, é importante que esta pessoa tem em primeiro lugar convicção de sua chamada. Em segundo lugar buscar a qualificação necessário para o exercício. Em terceiro lugar aguardar ser enviado por Deus.

A responsabilidade daquele que tem o chamado ministerial 

Todos os que são chamados por Deus, precisa ter a ciência que ele está diante de uma grande responsabilidade, pois o que está em jogo são as almas. Por isso é muito entender que o obreiro ou obreira precisa se submeter ao Senhor, e estar debaixo de sua autoridade e submissão. 

 

 Transpiração e inspiração

Há duas formas de realizar o chamado de Deus em sua vida. Por transpiração e por inspiração, sendo que 90% é transpiração e 10% por inspiração. Talvez você deve até achar estranho eu dar mais porcentagem para transpiração que o trabalho humano, do que para inspiração que é o trabalho espiritual, porém vamos procurar entender como realmente isso funciona.


Os 90% de transpiração

Embora a obra seja de Deus, não podemos negligenciar que quem está realizando a obra é seres humanos e não seres celestiais, e por este motivo é que ao realizar as obras de Deus estamos sujeitos e limitados a nossas limitações humana. Por isso é que necessitamos de um maior esforço humano para realizar as obras de Deus, do que os esforços humanos.


Os 10% de inspiração


Parece pouco mais não é. Por se tratar de uma ação espiritual na vida do homem para realizar as obras espirituais de Deus, estes 10% é mais do que o suficiente para fazer toda diferença. 


É Deus em que faz com que  a limitação humana alcance o sobrenatural de Deus. Há quem diga que 98% é transpiração e apenas  2% é inspiração, pois acreditam que 2% é mais do que o suficiente esta porcentagem ultrapassa e muito estes relatórios

 

Entenda mais sobre este assunto e a chamada ministerial no estudo Teologia Ministerial.


Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Definition List

Unordered List

Support