Uma igreja para um povo feliz...

terça-feira, 18 de agosto de 2020

Como vencer a timidez na hora de pregar?


Sempre almejei pregar a palavra de Deus, porém a timidez e nervosismo foram os principais obstáculos que me impediam de alcançar este objetivo. Hoje posso dizer que aprendi a controlar e também venci o nervosismo, mas na verdade nem sempre foi assim.


A decepção


Eu sempre observei os pregadores do evangelho, e isso me encantava, pois com autoridade e com muita facilidade eles ministravam aos meus ouvidos, e eu queria ser um pregador da palavra também, porém eu tinha muita dificuldade em falar em público, minhas pernas não paravam de tremer, e muitas das vezes a minha voz quase que não saía, às vezes dava um branco e eu só pensava em descer da tribuna e voltar a sentar em meu querido banco.


A minha principal dificuldade foi em pensar que eu tinha que seguir o padrão da maioria. O que não sabia é que cada pessoa precisa encontrar o seu próprio estilo de pregação. Muitos tem copiados estilos de alguns pregadores famosos, porém comecei a descobrir que cada pessoa tem um estilo próprio.


O pensamento que em mim predominava era que eu precisava ser um pregador pentecostal, já que aceitei a Jesus numa igreja pentecostal, e que ao pregar a palavra as pessoas tinham que pular, rodopiar e falar línguas estranhas, porém nada disso acontecia. Cheguei até pensar que o motivo era porque eu não tinha unção ou chamado para pregar.


Essa timidez só piorava com o passar do tempo. Na verdade era mais desapontamento do que timidez, pois esse descontentamento se dava pelo motivo de não pregar da mesma forma em meu pregador favorito pregava.


Como venci a timidez?


Uma certa feita eu estava ministrando a palavra. Era o começo de meu ministério na palavra, eu ainda tinha muita dificuldade para pregar, porém foi neste dia após a ministração em que comecei a entender uma coisa muito importante que todo pregador precisa entender.


Naquele dia eu achei o meu estilo de pregação. Na verdade não foi bem eu quem descobriu, foram as pessoas que me falaram qual era o meu estilo de pregação. A partir daí ficou mais fácil vencer a vergonha. Eles me disseram a sua pregação é pastoral.


Foi este o primeiro passo para nunca mais permitir o acanhamento predominar em minhas ministrações, pois descobrir que as reações das pessoas não eram do jeito que eu esperava, pois a mensagem que o Espírito Santo me dava, eram mensagem de aconselhamentos e reflexões e bem pastorais e não de avivamentos. Por isso a reação do público não era da maneira em que eu imaginava.


Dicas para você vencer 


Preparação


Todo preletor precisa se preparar para transmitir o que o Espírito Santo lhe conceder. Tem muitos pregadores que afirmam que não precisa preparar um sermão com antecedência, pois é o Espírito Santo que vai lhe dar a palavra na hora, porém as Escrituras não ensina desta maneira; o que ele ensina é que o Espírito Santo vos fará lembrar, e para lembrar você precisa conhecer, não é possível lembrar de um lugar, sem ter visto o lugar pelo menos uma vez na vida. No ministério da palavra também sucede da mesma maneira, você se preparar para ministrar a palavra.


Esta preparação precisa ser de duas formas. Primeiro você precisa se preparar espiritualmente, pois a palavra de Deus é espiritual e somente com preparo espiritual você estará apto para transmitir. É preciso orar, jejuar, e meditar horas em sua palavra antes de ministrar para os ouvintes.


A sengundo preparo deve ser o preparo intelectual. Você precisa conhecer a fundo o que você vai ensinar, só ensina quem já passou horas e horas aprendendo. Pesquise versículos bíblicos, pesquise também em livros complementares,se utilize  de enciclopédias bíblicas, de bíblias de estudo, de conhecimento histórico e geográficos, façam cursos de teologia, cursos preparatórios de oratória, enfim são diversas as ferramenta que você pode utilizar.


Antes de apregoar a palavra, leia ela no mínimo umas três vezes. A primeira leitura será para conhecer o texto, a segunda leitura você vai perceber detalhes que não conseguiu ver na primeira leitura, na terceira leitura vai começar o processo de memorização, este processo vai se aprimorar só após a nona leitura. Então o meu conselho é se dedique em ler e estudar o texto pretendido.


Uma vez que você está preparado, tanto espiritualmente, quanto intelectualmente, vai ser muito raro você dar lugar para a insegurança, pois a unção de Deus vai estar sobre a sua vida e acredite a isso que vai fazer toda a diferença.


 

Disseminar a palavra vagarosamente


Falar devagar será importante para que não ocorra de você tropeçar nas palavras. Deixe para alterar a sua voz somente quando querer enfatizar algo. O tom de voz vai ser essencial para a compreensão e êxito no sucesso da ministração. 


Lembre-se falar devagar não necessariamente precise falar baixo, a fala precisa ser compreensível e audível. A lentidão da fala vai lhe ajudar para fazer você lembrar de tudo ou pelo parte do que você estudou, e vai também ser útil para que os ouvintes tenha tempo o suficiente para que o cérebro guarde as informações.


Evitar frases justificativas


Alguns preletores da palavra gostam de demonstrar humildade, e muitos desses preletores dizem frases como: “Eu não sou nada”. “eu não sei falar”. Essas e outras afirmações negativas, vão trabalhar em seu consciente fazendo com que você se sinta incapaz diante seu público, sem contar que as pessoas que estão te ouvindo vão começar a não dar crédito em suas palavras.


Se quer demonstrar humildade, não precisa demonstrar com palavras, mas demonstra com ações, agradecendo a Deus pela oportunidade que ele te deu para ministrar a palavra e transfira toda a glória a Deus. Não se esqueça que foi o Senhor que te escolheu para estar ali naquele momento para transmitir a sua palavra. Você precisa acreditar na sua chamada e vocação porque o Senhor te chamou para tal obra, vai em frente.


 

Cuidado com o olhar


E expressão corporal é fundamental para efetuar uma perfeita pregação. Uma das partes do corpo que precisamos tomar cuidado são nossos olhos, pois ao ministrar não podemos fixar os olhos em uma única pessoa, pois a pessoa pode interpretar que a mensagem seja pessoal.


Uma dica é, ao pregar se utiliza do pronome “nós” e do pronome  “eu”, desta maneira você vai evitar alguns constrangimento que eventualmente venham ocorrer. 



Entenda que pregar é uma oportunidade dada por Deus


Quando nós entendermos que pregar é uma oportunidade dada não pelos homens, porém uma grande oportunidade dada por Deus, nós iremos pregar com maior temor, e com maior prazer. Temor,  porque é algo muito importante que estaremos fazendo, pois se trata de transmitir a mensagem de Deus para seu povo. Prazer, porque não é nada mais gratificante e especial do que ser um instrumento de Deus, para abençoar o seu povo na terra, pois toda palavra de Deus é proveitosa,pois ela salva, transforma, cura, liberta, prepara e leva para o céu.


Share:

0 Comments:

Postar um comentário

Definition List

Unordered List

Support